9.9.05

5 Segundos Eternos



Tarde chuvosa, cinza.
Mais ou menos 16:30.
Ela pára na calçada, subitamente.
Ele sobe as escadas do metrô, num ritmo constante.
Ela procura o celular na bolsa, podia jurar que ele tocou.
Ele segue seu caminho pela calçada, decidido.
Ela não acha o celular, mas acha o batom. Retoca a maquiagem no reflexo do vidro da loja de esquina.
Ele anda agora a passos largos, já que o número de pessoas na calçada diminuiu.
Ele guarda o batom, fecha a bolsa, dá uma última olhada no reflexo do vidro e sai.
Ele está quase chegando na esquina.

E então aconteceu.

Ainda bem que não tinha muita gente na rua, pois ela ficou cara-a-cara com ele, numa colisão igualada somente ao 11 de setembro.
E assim ficaram, por mais ou menos 5 segundos.

Ele olhando para ela, para a bolsa que caiu no momento do impacto, para a fenda na parte de trás da saia que insistiu em se abrir quando ela foi ao chão, para o decote da blusa preta quando ela se levantou, e para aquela pele de veludo que insistia em se mostrar, branquinha. Por fim, para a boca. Vermelha. Não um vermelho qualquer, mas um vermelho escuro brilhante, sedutor, convidativo. E parou aí.

Ela olhando para ele, pros sapatos, pra calça (e conseqüentemente o volume dentro dela), pra blusa azul social, pro pescoço, sente o cheiro dele hipnotizando-a de leve quando ele se abaixa para ajudá-la, e as mãos dele, quentes, em seus braços, puxando-a para cima. Olha pra boca, e por fim, para os olhos. Verdes. E quase morreu afogada naquele verde piscina. E parou aí.

Então ele olhou para ela. Ou melhor, para os olhos dela. Cor de mel, dignos de uma leoa.

Eles não esperavam aquilo: uma coisa tão banal, como um encontrão na esquina, provocando a ebulição de tantos sentimentos.

Sorriso mútuo, cumplicidade estabelecida.

Ela pedindo desculpas, e ele também, enquanto perguntava se estava tudo bem com ela, se tinha se machucado. Ela apenas sorria e abanava a cabeça, tentando olhar para o chão.

Ela não podia evitar, tinha que olhar para todo o resto dele: as pernas, os braços, as mãos, imaginá-las no seu corpo, fazendo tudo com arte e leveza, denunciando o que estaria por vir. Não conseguia tirar os olhos daquele corpo, parar de imaginá-lo por cima do seu. Queria sentí-lo até os ossos, com os requintes de uma loba que desfruta sua presa sem pressa.

Ele também não podia evitar, não conseguia desviar seus olhos daquela pele pálida por dentro do decote, ao mesmo tempo aveludada, que pedia um olhar, um toque, um beijo e algo mais. Sentia-se impelido a agarrar aquela criatura à sua frente como se fosse a última do planeta, para devorá-la inteira, sem a menor pena.

Então voltaram ao mundinho real.

Ela ajeitando a saia, apoiando melhor a bolsa no ombro. Passou a mão de leve nos cabelos ondulados, tentando apagar todos aqueles pensamentos dos últimos 5 segundo da memória. Sentiu o cheiro dele na sua blusa. Não pôde evitar fechar os olhos. Abriu-os, olhou-se no reflexo do vidro.

Ele também se recompôs, ajeitou a blusa, olhou a mancha de batom que ficou na manga da camisa. Não pôde evitar o sorriso. Também olhou no reflexo do vidro.

Olharam-se pela última vez, sorriram um para o outro, e foram embora. Em direções opostas.

Cada um para o seu lado, com o baú de desejos guardados, emoções contidas dentro de um frasquinho chamado corpo. Prontas para entrarem em ebulição na próxima trombada.

"Eu te imagino, eu te conserto / Eu faço a cena que eu quiser / Eu tiro a roupa pra você / Minha maior ficção de amor / E eu te recriei / Só pro meu prazer"
(Leoni - Só Pro Meu Prazer)


O Ministério da Saúde adverte: aprecie tudo sem moderação

11 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cara Normal disse...

Gente, a sra, atacando nos contos, eh?

Micha Descontrolada disse...

EEEEEEEEEEeee q bom q voltou.
beijosssssssssssss

cullen93elizabeth disse...

Just passing by your blog and though you'd like this website.

kakazinha disse...

mmmmmmmmm... gostei!

bjs, k.

markjohn4687 disse...

I really enjoyed your blog. This is a cool Website Check it out now by Clicking Here . I know that you will find this WebSite Very Interesting Every one wants a Free LapTop Computer!

kakakzinha disse...

HEY!!! kd vc, senhora??

ocupada com mtas injeções de insulina neste fim de ano!?

:o)

louismartin2213 disse...

Make no mistake: Our mission at Tip Top Equities is to sift through the thousands of underperforming companies out there to find the golden needle in the haystack. A stock worthy of your investment. A stock with the potential for big returns. More often than not, the stocks we profile show a significant increase in stock price, sometimes in days, not months or years. We have come across what we feel is one of those rare deals that the public has not heard about yet. Read on to find out more.

Nano Superlattice Technology Inc. (OTCBB Symbol: NSLT) is a nanotechnology company engaged in the coating of tools and components with nano structured PVD coatings for high-tech industries.

Nano utilizes Arc Bond Sputtering and Superlattice technology to apply multi-layers of super-hard elemental coatings on an array of precision products to achieve a variety of physical properties. The application of the coating on industrial products is designed to change their physical properties, improving a product's durability, resistance, chemical and physical characteristics as well as performance. Nano's super-hard alloy coating materials were especially developed for printed circuit board drills in response to special market requirements

The cutting of circuit boards causes severe wear on the cutting edge of drills and routers. With the increased miniaturization of personal electronics devices the dimensions of holes and cut aways are currently less than 0.2 mm. Nano coats tools with an ultra thin coating (only a few nanometers in thickness) of nitrides which can have a hardness of up to half that of diamond. This has proven to increase tool life by almost ten times. Nano plans to continue research and development into these techniques due to the vast application range for this type of nanotechnology

We believe that Nano is a company on the move. With today�s steady move towards miniaturization we feel that Nano is a company with the right product at the right time. It is our opinion that an investment in Nano will produce great returns for our readers.

Online Stock trading, in the New York Stock Exchange, and Toronto Stock Exchange, or any other stock market requires many hours of stock research. Always consult a stock broker for stock prices of penny stocks, and always seek proper free stock advice, as well as read a stock chart. This is not encouragement to buy stock, but merely a possible hot stock pick. Get a live stock market quote, before making a stock investment or participating in the stock market game or buying or selling a stock option.

margretbencon9508 disse...

Hey Meet Me Today I'm available in your area tonite GO HERE NOW!

Viviane e Vivielly disse...

Seus posts estavam tão legais...porque não volta a atualizar Rê?? correria da vid né? eu me obrigo a não abandonar meu blog, tenho que manter algo da minha vida antes da gravidez...e ser a Viviane e não a mãe da Vivielly simplesmente...
bjão!