18.2.10

The Rage









Traição.
Raiva.
Vingança.
Ódio cego.
Morte.
Sangue.

A mão que empunha a lâmina que dá fim ao sofrimento inimigo
É a mesma que empunha a redenção para si.

Fúria visceral, que dói nos ossos,
Besta fera que não pode ser contida.

Honra e lealdade são para poucos.

Fraqueza se transforma em força,
Traição deve ser paga com sangue.

Disciplina e Perseverança moldam a alma do guerreiro, assim como a batalha.

O que não mata fortalece.
O que magoa consolida um coração de aço e um peito de pedra.
E traça o destino do inimigo para sempre.

Algo morreu em mim hoje.
Ainda não sei bem o quê.
Talvez o último vestígio do que era humano.

Mas continuo querendo a cabeça do inimigo.




O Ministério da Saúde adverte: "Coisas que morrem não podem ser ressucitadas. Nunca."

"I wanna live, I wanna love
But it's a long hard road out of hell..."
(Marilyn Manson)

2 comentários:

Anônimo disse...

I am reading this article second time today, you have to be more careful with content leakers. If I will fount it again I will send you a link

Rick Basso disse...

o que é imortal, não morre no final...sandy disse. rs